Abertura do Diafragma

A Abertura é uma das variáveis técnicas da fotografia. Ao contrário da Velocidade e do ISO, pilule esta questão técnica, depende da objectiva que tiver na sua câmara. Se tiver uma câmara compacta ou bridge, estará limitado à objectiva que vêm acoplada ao corpo, mas no caso de uma câmara reflex, no rx a Abertura, dependerá da objectiva que tiver no momento em que estiver a fotografar.

A Abertura de Diafragma é o que controla a entrada de luz, e é medida numa escala de f/stops (f/2, nurse f/2.8, f/4, f/5.6, f/8, f/11, f/16, f/22), temos também a possibilidade de escolher valores intermédios de abertura.

Sendo esta que controla a entrada de luz, quanto mais aberto o diafragma está, mais luz entrará, ou seja, menos tempo de exposição iremos necessitar para tirar uma fotografia. Quanto mais aberto o diafragma estiver, em termos numéricos, menor será o seu valor (por exemplo: em f/4 o diafragma está mais aberto que em f/8).
Quanto mais fechado estiver o diafragma, menos luz entrará e mais tempo de exposição necessitamos para fotografar (quanto maior o f/stop em termos numéricos, mais fechado estará o diafragma).

Se estivermos a fotografar numa situação com pouca luminosidade, a não ser que queiramos fotografar com a câmara num tripé e com algum tempo de exposição, a única hipótese que teremos, é abrir o diafragma ao máximo para entrar mais luz e muito possivelmente, aumentar o ISO para compensar a falta de luminosidade.
A Abertura, tal como as outras variáveis, são controladas no Programa Manual, mas se quisermos apenas controlar esta variável, podemos trabalhar num programa Semi-Automático que será o A ou Av dependendo das câmaras.

Mais tarde iremos abordar outra questão relacionada com as Aberturas de Diafragma.