CLIQUE 2.0 – Falar, Ver e Fazer Fotografia | Participação de José Carlos Carvalho

Campanha para eleições Presidenciais com Marcelo Rebelo de Sousa.  Viseu 16 janeiro 2016 Foto: Jose Carlos Carvalho
Campanha para eleições Presidenciais com Marcelo Rebelo de Sousa.
Viseu
16 janeiro 2016
Foto: Jose Carlos Carvalho

CLIQUE 2.0 – FALAR, VER E FAZER FOTOGRAFIA

com José Carlos Carvalho

28 FEVEREIRO . QUARTA . 19H30

Palácio Anjos . Algés

 

Uma sessão a não perder, na qual José Carlos Carvalho, fotojornalista que passou pelo Correio da Manhã, Diário Notícias, Visão e Expresso, e membro do colectivo de fotógrafos que mostrou Portugal, nos anos da crise e da austeridade, em 12.12.12 e Projecto Troika, apresenta o seu trabalho e conversa com o público.

Uma iniciativa do Trinta Dias, roteiro cultural da Câmara Municipal de Oeiras, na sequência de anteriores sessões que contaram com a presença de Alexandre Almeida, Luiz Carvalho, Gastão de Brito e Silva, Nelson d’Aires, António Pedro Ferreira, Pauliana Valente Pimentel, Luis Filipe Catarino, Nikos Economopoulos, John Gallo, Ana Brígida, Valter Vinagre, Mário Cruz e Céu Guarda.

 

Entrada livre.

 

INFORMAÇÕES

tel. 214 404 829, foto30dias@cm-oeiras.pt

 

……………………………………………………

 

José Carlos Carvalho nasceu em Luanda (Angola), em 1970. Em 1991 concluiu o curso de fotografia do ArCo, e iniciou a sua carreira, na imprensa regional, no jornal Correio da Linha, em Oeiras. Em 1993 foi convidado para o Correio da Manhã. Cinco anos depois ingressou, como repórter fotográfico, no Diário de Notícias, onde foi editor de fotografia em 2005 e 2006. No ano seguinte entrou para a revista Visão, onde trabalhou em regime de exclusividade até Abril de 2014. Integrou o núcleo de fotografia da Impresa, publicando regularmente no semanário Expresso. Já este ano transitou para o grupo Trust In News, passando a trabalhar para as revistas Visão, Exame, Exame Informática e Visão Júnior.

Foi um dos membros do colectivo de fotógrafos que criou o livro (e a exposição itinerante) 12.12.12, e o livro (e dvd) Projecto Troika, dois retratos para memória futura do Portugal nos anos da crise e da austeridade.

Participou em diversas exposições individuais e coletivas, com destaque para Visão-BES Fotojornalismo no CCB em 2006, Visão Fotojornalismo na Fundação EDP em 2007, Estação Imagem em 2011, Mare Nostrum na Galeria do Casino do Estoril em 2014, “Eu sou Príncipe” no Museu Nacional de História Natural e da Ciência em 2016, e “Migrações à força”, exposição ao ar livre com fotos de grandes dimensões, nos Encontros de Fotografia de Lagoa 2016.

Vencedor de vários prémios de fotografia, como os da Fundação Marquês de Pombal, Visão Fotojornalismo e Estação Imagem, Prémio de jornalismo “Direitos Humanos & Integração”, foi um dos 10 finalistas no Prémio Gabriel García Márquez de jornalismo em 2015, e no final de 2017 recebeu o Prémio Comunicação pela Diversidade Cultural, atribuído pelo Alto Comissariado das Migrações, pelo seu trabalho “Nós Muçulmanos”.

Também em 2017, a Fundação Calouste Gulbenkian editou o livro Por mais escura que seja a noite… Amanhã é outro dia, com fotografias de José Carlos Carvalho e textos de Inês Rapazote, que mostra o impacto do Programa Cidadania Ativa nas vidas de onze pessoas. E já em 2012, as suas fotografias tinham estado em destaque num outro livro, As Prisioneiras: Mães atrás das grades, da jornalista Isabel Nery.

Tem partilhado a sua experiência leccionando no Instituto Português de Fotografia e no Instituto Politécnico de Tomar.