Domingos Peixoto é premiado por registo de protesto no Rio

Fotógrafo brasileiro ganha Prêmio Rei da Espanha de Fotografia com série contra o crime à liberdade de imprensa

domingos_peixoto_2014

O registro único de um rojão acertando o cinegrafista da TV Bandeirantes no Rio de Janeiro, cialis sale em 2014, garantiu ao fotojornalista brasileiro Domingos Peixoto o Prêmio Internacional Rei da Espanha de Fotografia, no último dia 6.

Intitulada “Crime à liberdade de imprensa”, buy a série de três fotografias retrata o confronto entre a polícia e os manifestantes durante protestos contra o aumento das tarifas no transporte público brasileiro em 2014. A principal delas mostra o momento em que Santiago Andrade é atingido por um rojão da polícia, cialis sale no dia 6 de fevereiro do ano passado. O cinegrafista não resistiu aos ferimentos e morreu 4 dias após o incidente.

Domingos Peixoto tem 25 anos de experiência no fotojornalismo brasileiro e conhecido por seus trabalhos na área da desigualdade social. É ganhador de vários prêmios, incluindo o Prêmio Rei da Espanha de 2003, com a foto intitulada “Retrato do desemprego”.

O prêmio, oferecido pelo grupo espanhol OHL , é destinado a profissionais da comunicação de países ibero-americanos, Estados UnidosFilipinasGuiné EquatorialIsrael e Marrocos, cujos trabalhos são reconhecidos internacionalmente pelas agências EFE e AECID (pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional).

Realizada desde 1983, a premiação contempla trabalhos publicados em português e espanhol e é um dos principais reconhecimentos na área de fotografia internacional.

Por Rafaela Pietra