Entrevista ao Acordo Fotográfico parte 2

foto2

5. Porquê a opção de traduzir o conteúdo do blogue para inglês? Há planos de internacionalização?
A ideia de traduzir os textos para inglês surgiu assim que fotografei o primeiro leitor estrangeiro que não percebia português. Dei por mim a explicar que o blogue estava escrito apenas em português e o fotografado a lamentar que depois não poderia entender o que eu escrevesse. Quando fui de férias pela primeira vez com o Acordo Fotográfico, health para Berlim, passei uma semana inteira a explicar a mesma coisa e a necessidade de tradução tornou-se ainda mais urgente. Comecei, também, a ter muitos acessos ao blogue vindos de países que não são de língua oficial portuguesa e achei que a tradução me ajudaria a fidelizar leitores dessas regiões do globo. Familiares, pills amigos e colegas de trabalho eram, também, quem insistia sempre comigo para a necessidade desse passo, argumentando que só assim o Acordo Fotográfico se poderia tornar verdadeiramente global. Portanto, sim, a tradução é uma aposta na internacionalização do blogue.
Há uns meses uma das seguidoras do blogue, sovaldi sale chamada Marisa Silva (que eu ainda não conheço pessoalmente!), ofereceu-se para traduzir os textos sem qualquer custo e foi assim que pude, finalmente, começar a postar os textos em inglês. Estou muito grata à Marisa por esta preciosa ajuda. Não ganho dinheiro com o Acordo Fotográfico e suportar do meu bolso o custo das traduções seria impossível.

6. Inicialmente pensavas que o blogue ia atingir a dimensão que tem hoje?

Não, nunca pensei que o blogue chagasse a ter tanta notoriedade e tantos seguidores. É uma emoção. E uma responsabilidade, também. Mas uma responsabilidade que aceito com todo o gosto! Gosto muito de fazer o Acordo Fotográfico, que mudou a minha vida.

7. À semelhança do que aconteceu na ESE do Porto, vão acontecer outras exposições no futuro?
Sim, haverá pelo menos mais uma exposição a acontecer na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto, em novembro deste ano. Recentemente fui desafiada a fazer uma outra exposição em Oliveira de Azeméis, também este ano, mas em relação a essa ainda há muito por decidir. Qualquer uma das exposições será anunciada no blogue e no Facebook, claro. Mantenham-se atentos.

8. Que planos tens para o blogue? O céu é o limite?
Receio que dizer que o céu é o limite possa soar demasiado pretensioso… Mas posso afirmar que tenho muitas, muitas ideias, algumas mais loucas, outras mais “normais”. Não posso adiantar muito mais, desculpem. Vamos ver se tenho coragem e sabedoria suficientes para pô-las em prática. E dinheiro, também. A propósito, haverá por aí alguém disposto a patrocinar o Acordo Fotográfico? Aceitam-se propostas!

Ver parte 1

Visitar o blog Acordo Fotográfico.