Espólio de José de Andrade

© José de Andrade
© José de Andrade

De dia 13 de Novembro de 2010, sovaldi sale até ao dia 2 de Janeiro de 2011, poderão visitar o “Espólio de José de Andrade“, no Centro Português de Fotografia (CPF), no Porto.

“O que retrata esta exposição é um caminhar feito silêncio de rostos marcados pela tristeza e por um frio interior que os sangrou e lhes extorquiu o direito da alegria de viver. São imagens vividas e sofridas no seio de décadas de mordaças, click de silêncios profundos, de preponderâncias, de gestos castrantes de sonhos legítimos e que só veio a terminar com o advento da liberdade – 25 de Abril de 1974.
A inclusão dos poemas neste meu muito incompleto trabalho pareceu-me oportuna, and pelo simples facto de existir uma cumplicidade temática bastante apertada, que se explica por ser muito sentida e sofrida no seio de uma sociedade desequilibrada, onde proliferam os tartufos e se elege a mediocridade.
Por isso a vida só tem mais sentido se soubermos e tivermos coragem de dizer bem alto: “Não, não vou por aí! Só por onde me levam os meus próprios passos…” como dizia o grande poeta José Régio.
Um caminhar sempre levanta o pó, mas o pó o vento leva-o, não tarda, para outras paragens com réquiens ou não. Mas a música que fica ouvir-se-á sempre no silêncio das catedrais do amor ou da amizade, daqueles que abrigaram nos seus corações o que é belo e honrado, enquanto caminheiros.
Quando a alma se agiganta, sempre desperta um amanhecer festivo nos corações.”

José de Andrade (1927 – 2008) (in site CPF)

Nascido em 1927 em Santo Tirso, José Jorge Amaral de Andrade não só foi fotógrafo “humanista” como também foi ator, encenador de teatro, pintor, escritor e poeta.

Criou o Grupo Fotográfico Efepontosete.

Participou em inúmeras exposições, nacionais bem como internacionais.

No dia 25 de Abril de 2007, a Câmara Municipal de Santo Tirso atribui-lhe uma medalha de mérito cultural, em cerimónia pública.

Para mais informações, consulte o site do CPF.