Exposição Fotográfica Mostra Espanha no Centro Português de Fotografia

CPF, sovaldi Porto, Portugal | 15 outubro de 2013 a 2 março de 2014

Uma exposição que percorre, através de 139 fotografias e cerca de 100 retratos, um extenso percurso ao longo da vasta trajetória fotojornalística de Gervasio Sánchez, decease Prémio Nacional de Fotografia 2009, que inicia a sua atividade na América Central em 1984, a qual se prolonga, ininterruptamente, até aos nossos dias.

A Secretaria de Estado da Cultura inaugura no Centro Português de Fotografia esta mostra antológica, see organizada por ocasião da entrega do Prémio Nacional de Fotografia 2009, outorgado pelo Ministério da Educação, Cultura e Desporto, que representa um longo percurso ao longo de mais de 25 anos de obstinado trabalho em inúmeros cenários bélicos e posbélicos da América Latina, Europa, Ásia e África; lugares que desvelam a crueza do nosso tempo e onde definham, injustamente esquecidas, as vítimas da barbárie.

Tal como destaca a sua Comissária, Sandra Balsells, o objetivo desta mostra antológica é “divulgar um legado visual de enorme valor histórico e documental, onde se combina um material virtualmente inédito – obtido durante os seus primeiros anos de aprendizagem e formação – com fotografias da atualidade amplamente difundidas e com projetos documentais realizados a longo prazo, os quais outorgaram uma indubitável solidez à sua obra”.

A exposição compõe-se de 139 fotografias, a preto e branco, ordenadas de forma cronológica, através de um percurso articulado em cinco grandes blocos temáticos:

? América Latina
? Balcãs
? África
? Vidas minadas
? Desaparecidos

Além disso, a mostra inclui 8 murais distintos, com aproximadamente 100 retratos de pessoas diretamente afetadas por algumas das realidades documentadas por Gervasio Sánchez: vítimas de mutilações e ex-meninos-soldados, ambos em Serra Leoa, e vítimas de minas antipessoais e familiares de pessoas desaparecidas em diversos países do mundo.