Exposição: LIVING AMONG WHAT’S LEFT BEHIND | MÁRIO CRUZ

© Mário Cruz
© Mário Cruz

 

Exposição

LIVING AMONG WHAT’S LEFT BEHIND

VIVER ENTRE O QUE É DEIXADO PARA TRÁS

Uma exposição onde as 40 imagens do fotojornalista Mário Cruz retratam o perigoso caminho que a humanidade enfrenta, quando descura os direitos fundamentais e abandona a preservação

do meio ambiente. O rio Pasig, em Manila, nas Filipinas, é o reflexo de uma sociedade engolida por um círculo vicioso de poluição e as suas águas escondem-se debaixo das toneladas de lixo ali acumuladas.

O coração de uma cidade tornou-se a sua vergonha. O rio Pasig, outrora o centro económico de Manila, é agora o reflexo de uma sociedade extremamente desigual, na qual 21,6% da população vive abaixo do limiar de pobreza, numa luta diária contra a poluição. Desesperados por trabalho, muitos filipinos viram em Manila a solução. Traídos pelos seus sonhos, muitos acabaram a viver em construções ilegais junto ao rio. O lixo doméstico transformou o rio Pasig num esgoto. Negligenciado, o rio Pasig foi considerado biologicamente morto na década de 1990. Hoje, construções frágeis acolhem vidas frágeis não sendo mais do que madeira cravada em águas extremamente poluídas. O Pasig é um dos 20 rios mais poluídos do mundo. Anualmente contribui com 63,700 toneladas de plástico para o oceano.

A fotografia distinguida no World Press Photo 2019 mostra uma criança que recolhe materiais recicláveis, para obter algum tipo de rendimento que lhe permita ajudar a família, deitada num colchão rodeado por lixo que flutua no rio Pasig. O trabalho foi também vencedor do Prémio Estação Imagem Coimbra 2019, na categoria Ambiente.

 

ATÉ 30 JUNHO. TERÇA A SEXTA . 10H00 ÀS 18H00

SÁBADO E DOMINGO . 12H00 ÀS 18H00

Encerra segundas e feriados

PALÁCIO ANJOS . ALGÉS

Entrada gratuita

 

Arjay Onbrog looks to domestic waste in Pasig River as Hilario Bomong tries to collect recyclables in Baseco, Manila, Philippines, September 2018. At the Port area is the well-known Baseco compound, where thousands of families are out of sight of those who live every day in Metro Manila. From Baseco it’s possible to see a garbage patch running along the bank, collectors are as natural as the pollution.
© Mário Cruz
© Mário Cruz
© Mário Cruz

 

© Mário Cruz
© Mário Cruz

Sobre o fotógrafo:

Mário Cruz

Fotógrafo independente que documenta temas relacionados com direitos humanos e injustiça social cujo trabalho tem sido publicado na Newsweek, New York Times, Washington Post, CNN, entre outros. Os seus projectos pessoais foram galardoados com os prémios Estação Imagem, Magnum 30 Under 30, World Press Photo, POYi e Magnum Photography Awards. O seu portfolio pode ser visto em www.mario-cruz.com