FOTO VC | NOVA EXPOSIÇÃO. Desta vez na Rua… nas varandas!

FOTOVC 2019

 

Eis, a 5ª exposição FOTO VC em 2019:
 –
“CONSTRUÇÃO NAVAL Arte como ofício de vida” de autoria do fotógrafo José Manuel Arsénio
 –
Vila do Conde | VARANDAS DA RUA DO LIDADOR
De 27 de Setembro a 3 de Novembro de 2019
 –
Mostra fotográfica inserida no programa das Jornadas do Património, que decorrerão nos dias 27 e 28 do corrente mês, por proposta do Município.
– 
Construção naval… arte como ofício de vida“A arte da construção naval na vila de Sesimbra está naturalmente ligada à atividade da pesca e, como tal, à história desta vila. Ao longo de séculos, nos areais da Califórnia, e em muitos recantos e ruas da vila, foram construídos todos os tipos de embarcações, tanto caravelas nos séculos XV e XVI durante os descobrimentos portugueses, como embarcações de menor porte, armações à valenciana, barcas do alto, botes, aiolas e chatas que serviram e ainda servem, hoje em dia, a atividade da pesca artesanal. Enquanto povoação ribeirinha cercada por matas e penedias, Sesimbra sempre alimentou a sua construção naval com a madeira dos pinhais das proximidades. Atividade profissional de grande importância económica e social para a vila, tem-se mantido ao longo dos anos, não obstante acompanhar e, por isso, estar também sujeita a todas as crises relacionadas com o sector da pesca. O sector mantém-se em atividade graças a algumas embarcações em madeira, a arrastões e palangres em ferro e fibra sediados ou operando em Sesimbra e a alguns vindos de outros portos nacionais. Conhecida a qualidade do trabalho e dos serviços prestados, aqui se dirigem para simples manutenção, vasta reestruturação ou modernização exigidas às embarcações de pesca. Embora não se preveja, para um futuro próximo, significativo acréscimo da construção e reparação navais, o sector insiste em manter a sua atividade, oferecendo competência profissional e sustentando-se na firme vontade e persistência inabalável que caracterizam os homens ligados ao mar. Com esta série de fotos pretendo contribuir para a continuação e preservação desta arte, assim como ajudar a perpetuar hábitos culturais, formas de ser e de estar de uma comunidade que me é particularmente querida.”
 –
(José Manuel Arsénio)
Captura de ecrã 2019-09-26, às 10.40.30