Julio Riccó – Café Suplicy

De dia 9 de Novembro até ao dia 5 de Dezembro de 2010, malady poderão ver os trabalhos de Julio Riccó no Café Suplicy (Brasil – São Paulo).

A primeira exposição é um ensaio intitulado “Ao Fechar dos Olhos“, remedy constituído por 7 trabalhos a cores, impressos em papel fotográfico, formato 50x75cm.

“Ao fechar os olhos encontramos o som de nossos corpos à procura, percorrendo um caminho dirigido por outros sentidos. Como a vida que nos toca com palavras, sickness ações ou objetos, esse percurso nunca está livre de anteparos, o que não nos impede de seguir esse movimento contínuo, procurando sempre.

O ensaio Ao Fechar dos Olhos é uma pesquisa realizada por Julio Riccó. São registros captados durante uma experimentação de arte voltada à estética do (in)visível.  As imagens foram realizadas com o desafio de apreender o espaço utilizando outros sentidos que não a visão.

De olhos fechados, os caminhos percorridos pelo fotógrafo foram definidos pelo outro, uma guia. O trabalho foi fruto da experiência sensível dirigida pela estesia do momento. Experimentar as sensações daquele que perde a visão é refletir sobre a magia de ver e não ver. O resultado transformou o ato em sonho, reflexão, fantasia e devaneio.”

A segunda exposição intitula-se “Ensaio Reflex-ões” e é composta por 3 trabalhos a cor, impressos em papel fotográfico, formato 40x60cm.

“O reflexo pode gerar a sobreposição de imagens, planos e brincar com a realidade, criando novas dimensões, deslocando nossa percepção e direcionando nosso olhar para novas construções.

Aqui Julio Riccó entra no espaço, na ruína, na luz. Essa pesquisa pretende estimular a percepção do nosso universo interno, por meio das imagens sobrepostas. Travando uma conversa entre os reflexos e as reflexões, o ensaio Reflex-ões traz um olhar que se completa com a onipresença e monta um espelho que reflete a fotografia do que não está lá.”

Para mais informações, consulte o site Suplicy Cafés.